domingo, 31 de outubro de 2010

Eu descobri o que é amar, mesmo sem conhecer o meu amor.

Amar é o sentimento mais completo e perfeito que o homem poderia ter conhecido.
Às vezes confundimos, nos enganamos.
Tenho 20 anos e amei apenas uma vez, alguém que não fosse amigos ou parentes, e foi maravilhoso.
Foi um amor não correspondido, mas foi perfeito. Nunca senti por alguém o que senti por ele, era incrível como da noite para o dia eu tinha certeza de quem eu queria que fosse o pai dos meus filhos, quem eu queria que envelhecesse ao meu lado. Uma sensação maravilhosa, uma certeza inebriante. De repente não me importava a distancia, as dificuldades, os medos, o que eu sentia por ele era tudo do que eu precisava. Ninguém mais parecia tão perfeito e maravilhoso quanto ele, ninguém era tão mais lindo por dentro e por fora como ele, ele era perfeito com todos os seus defeitos.
Era ele quem eu amava, era ele quem eu queria. Eu tinha certeza disso.

O tempo passou e descobrir que o seu coração pertencia à outra. Nunca me senti tão triste e sozinha em toda a minha vida. Nunca chorei e sofri tanto por alguém como por ele. Foi um golpe fatal para esse coração ingênuo. Sofri tanto que achei que nunca mais fosse me recuperar.

O tempo passou mais uma vez e conheci outras pessoas, me apaixonei novamente...mas nada tão intenso quanto antes. Percebi que ele era insubstituível. Eu poderia ter alguém que me fizesse acreditar que nem tudo estava perdido, mas não poderia ter alguém que me fizesse sentir o mesmo que senti por ele.
O que me deixa viva são duas esperanças que me levam a dois caminhos distintos: a esperança numero um é acreditar que daqui a alguns anos, nós vamos nos encontrar e ficaremos juntos, então nada do que aconteceu anteriormente irá importar. E a esperança numero 2 é eu encontrar alguém que me faça sentir por ele, não o que eu senti pelo outro, mais ou com a mesma intensidade.

Seja o que for acontecer, eu tenho certeza que serei feliz..que voltarei a amar com a mesma intensidade que antes. Porque eu descobri o que é amar, mesmo sem conhecer o meu amor.

Um comentário:

  1. Para que o fogo se acenda basta alguns pequenos sopros...
    Belo texto!!

    ^^

    ResponderExcluir